Quartos de hotéis que estão vazios podem salvar vidas em BH!

Precisamos de medidas urgentes que ofereçam abrigo seguro para quem mais precisa.









Envie sua mensagem ao prefeito agora!

Who will you press? (1 target)
pessoas querem abrigos seguros para quem mais precisa.
Se tem uma coisa que sabemos em meio a pandemia é que nosso grande aliado no combate ao contágio é o isolamento social. Mas como moradores de periferias – famílias inteiras que vivem em casas de dois ou três cômodos – podem se isolar? Precisamos de medidas urgentes que ofereçam abrigo seguro para quem mais precisa.

A Prefeitura de Florianópolis já começou a destinar hotéis da cidade para isolar pacientes com sintomas leves do Covid-19. Em São Paulo, foi aprovado um PL que permite que o poder público disponibilize hospedagem em hotéis para profissionais de saúde, pessoas em situação de rua e mulheres vítimas de violência.

Belo Horizonte não pode ficar para trás!

Nossa cidade tem mais de 20 mil leitos de hotéis, e atualmente está com uma taxa de ocupação abaixo de 10%. Com essa medida, podemos salvar vidas e evitar cerca de 4 mil internações hospitalares!

A Prefeitura tem instrumentos legais e negociais para que os leitos de hotéis se convertam em Quartos da Quarentena. Agora precisamos pressioná-la para que aconteça!

O prefeito Alexandre Kalil é quem tem o poder para agir e transformar os quartos de hotéis vazios em Quartos da Quarentena. Mas, para que isso aconteça, precisamos mostrar para ele que somos milhares de pessoas defendendo que essa política seja implementada.

A medida que queremos é simples e eficiente, sua ação também. Você só precisa preencher o formulário para enviar uma mensagem ao prefeito pedindo a disponibilização dos quartos de hotéis vazios para quem mais precisa! Pressione agora!
























Quem construiu essa campanha

Uma iniciativa de organizações, coletivos e projetos conectados com a questão urbana. A articulação foi feita pelo Instituto Urbe Urge, o Instituto de Arquitetos do Brasil, LabCidade, Instituto Urbem, Laboratório de Estudos de Transformação, Instituto Polis, Movimento Nossa BH, Movimento Nacional de Luta pela Moradia e ANPUR. Com apoio da Associação Brasileira de Saúde Mental, ONG Sã Consciência, Plataforma Brasileira de Política de Drogas, Centro de Convivência É de Lei, IABSE, População de Rua Autônoma, Harvard GSD Loeb Fellow, Peabiru Trabalhos Comunitários, Iniciativa Negra por uma Nova Política, Praxis-EA, Núcleo de Terras e Habitação, Instituto Latino Americano de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Laboratório de Estudos da Habitação, Luta Popular, Movimento Luta Popular, NEPHU-UFF, Brigadas Populares, Movimentos de Luta nos Bairros e Frente Favela Brasil.

Siga a gente no Instagram e no Facebook!